Governo do estado decreta toque de recolher para o Paraná e Curitiba retorna à bandeira laranja

O Governo do Paraná determinou que entre em vigor o toque de recolher em todo o estado, das 23h às 5h, a partir do dia 2 de dezembro. A medida foi assinada no dia 1º de dezembro pelo governador Ratinho Junior e seria válida por 15 dias. Contudo, o decreto foi prorrogado por conta da alta nos números de contaminações pelo novo coronavírus e do aumento no fluxo de pessoas gerado pelas festividades de fim de ano.

No decreto, o governo destacou que a restrição não se aplica aos serviços considerados essenciais. Por essa razão, a medida não afeta a atividade dos profissionais de segurança privada.

No início de dezembro, a Prefeitura Municipal de Curitiba divulgou o retorno da da bandeira laranja na cidade. O sistema de monitoramento permite que se saiba de forma direta como está a capacidade de resposta do sistema de saúde para o enfrentamento do problema e também baliza as medidas necessárias para contenção da pandemia. A atual bandeira alerta que a cidade está no “nível de risco moderado”, em que há restrições ao funcionamento de serviços e do comércio e áreas que propiciam a aglomeração de pessoas.

O Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Paraná (SINDESP-PR) lembra aos profissionais do setor, que se dedicam diariamente a tarefas que envolvem o contato com pessoas, a importância da higiene frequente. O uso correto de máscara, tapando completamente a boca e o nariz, a lavagem das mãos várias vezes ao dia e o distanciamento social são as medidas disponíveis no momento para evitar o contágio pelo novo coronavírus.